P.

Paciência
Composição: Lenine e Dudu Falcão
Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
A vida não pára…
Enquanto o tempo acelera e pede pressa
Eu me recuso, faço hora, vou na valsa
A vida é tão rara…

Enquanto todo mundo espera a cura do mal
E a loucura finge que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência…
O mundo vai girando cada vez mais veloz
A gente espera do mundo e o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência…
Será que é tempo que lhe falta prá perceber? Será que temos esse tempo prá perder?
E quem quer saber? A vida é tão rara… tão rara…
Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não pára, a vida não pára não…
Será que é tempo que lhe falta prá perceber? Será que temos esse tempo prá perder?
E quem quer saber? A vida é tão rara, tão rara…

Já repararam na letra desta música? Letra, melodia, tudo em perfeita harmonia! Acho incrível o dom que as pessoas têm de colocar sentimentos do dia a dia em musicalidades que conseguem nos acalmar, e nos fazer parar para refletir o que fazemos de nossas vidas. O que vale ou não a pena. O que pra nós é importante ou não.

A música tem o poder da cura!
Não tenho a menor dúvida!

Ótima semana pra vocês!
“A vida não pára!”

Meu beijo,

L.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.