Vale night de pais

Atibaia, 28 de agosto de 2017

Ouvindo “Singular” – AnaVitória

Já tinha mais de um ano que eu e o Lu esperávamos pelo sábado passado. É que no dia 26 de agosto teríamos alguns grandes motivos para comemorar:

  • era o dia do casamento de nossos grandes amigos Rodolfo e Bruna
  • celebrei 10 anos do dia exato em que me apaixonei por este moreno amado que é meu marido, por aquele abraço de despedida que durou o tempo necessário para que eu sentisse cada batida de seu coração

Desde sempre agradeci ao Universo e aos nossos amigos pela escolha perfeita do horário do casamento para nós, que somos pais. A celebração começaria às 17h00, ou seja, até o fim da festa, teríamos tempo de nos emocionar, beber aquele tantinho necessário para lembrar e sentir uma leveza gostosa, dançar como se não houvesse amanhã e curtir os amigos que não víamos há tempos.

Antes de me tornar mãe, não imaginava o quanto seria desafiador ter estes momentos com o Lu. Das poucas vezes em que conseguimos que alguém ficasse com nossos filhos, o cansaço e a exaustão foram tamanhos que sempre voltamos mais cedo. Afinal, ganhar um “vale night” não é tão vantajoso se não vem com um “vale day” junto. No dia seguinte, tem dois pequenos acordando muitas vezes junto com as galinhas; portanto, haja energia e oração pra não perder o humor e a paciência por conta do cansaço.

A principal expectativa pelo casamento se deu, portanto, pelo horário perfeito em que eu e o Lu ainda teríamos energia para curtir mais do que os dois últimos em que estivemos presentes – e tivemos que ir embora bem rapidamente por conta das crianças que estavam doentes. 

Era muita alegria pra compartilhar. Muitos abraços para dar. Muitos sorrisos para oferecer. Muito amor para celebrar. Muito agradecimento para fazer. Muitos amigos para curtir.

Foi um dia abençoado.
Bem aproveitado.
Vivido com intensidade do início ao fim.

Quando chegamos em casa, tão felizes por termos tido a oportunidade de finalmente nos curtirmos, namorarmos e termos enfim aproveitado nosso tempo juntos, percebemos mais uma vez o quanto estes momentos e instantes mágicos devem ser presentes na vida de casais – especialmente o com filhos.

É aí que mora o fio condutor que traz de volta toda aquela certeza dos motivos pelos quais escolhemos nossos parceiros de vida. É ali onde existe a conexão tão importante para o equilíbrio da vida familiar e do amor compartilhado.

Foi realmente incrível. Inesquecível.

Bru e Ro, vocês realmente não sabem o bem que nos fizeram!
Vida longa ao amor de vocês e a este momento tão único do casal que é o dia do casamento.

Meu beijo,
L.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.