Fases da vida, viagem em família e dia das mães

Atibaia, 07 de maio de 2018

Ouvindo a trilha sonora de “O Bom do Amor” no Spotify – ♥

Algumas semanas atrás, encontrei durante um final de semana alguns conhecidos em diferentes momentos e lugares, e percebi que todos começaram o diálogo comigo perguntando coisas pessoais sobre o que eu havia postado no Instagram e, apesar de minha vida ser um livro aberto, tanta intimidade de quem nem conheço tão bem me incomodou. Tomei aquilo como alerta.

Tenho fases – confesso! Algumas delas, quero eternizar cada momento da minha família e enxergar a evolução dos meus filhos através de um feed desta rede social, mas quando recebo um vídeo automático do Google Photos com a legenda “eles crescem rápido”, percebo que posso acalmar minha ansiedade e que esta evolução será acompanhada da mesma maneira.

Decidi apagar fotos mais pessoais e usar a ferramenta como uma maneira de captar diariamente as belezas que enxergo em meio à vida cotidiana, tantas e tantas vezes sendo menosprezada pela dificuldade das pessoas em enxergar algo especial e instantes mágicos em cada dia.

É meu exercício gostoso. A fuga do meu olhar. A insistência em encontrar algo além. Algo bom. Algo bonito. “Há beleza em tudo…”

Gostei mais do resultado. Fiquei em paz.

Ao mesmo tempo, o Lu que sempre foi avesso a este tipo de exposição, quis criar um perfil para nossa família com o apelido carinhoso que ele deu para nós: “família equipe gente fina”. Gostei da espontaneidade dele! ♥

Se para alguns assuntos da vida sou literalmente uma mulher de fases, para outros, não! O que não tem fase é nossa vontade de viajar e relaxar em família.

No último final de semana, fomos passear em Vinhedo e, apesar de Beni não estar tão disposto por conta de uma gripe, vivemos momentos intensos e de muita alegria. Desta vez meus pais foram juntos e que delícia foi compartilhar as horas ao lado deles, sempre tão amorosos, carinhosos, presentes, lúdicos, amigos, brincalhões. Às vezes queria meus pais como avós – rs. Mas melhor que isso, foi aproveitar os momentos onde fui cuidada, como no simples: “filha, deixe que eu pego seu suco”, até o “filha, vá na sauna que eu fico com as crianças”. São coisas tão pequenas que fazem toda a diferença!

Se é bem verdade quando dizem que viajar com crianças é maravilhoso pela criação de memórias afetivas (sou dessas!), também é verdade que raramente se consegue descansar quando as viagens acontecem. Mas nestes dois lugares deliciosos onde passamos as últimas férias e o último final de semana nos trouxeram um grande presente: o descanso.

E não foram as noites que foram maravilhosas – mas as tardes! Dormir das 13h às 16h foi nosso super ganho. Família toda descansando é dádiva! Traz mais paciência, mais amor, mais tolerância, mais tempo de qualidade. Sanidade mental e horas de sono são fundamentais para uma vida mais leve e mais feliz – e disso não tenho dúvidas.

Ser pai e mãe é bom demais, mas cansa ‘bagarai’.

Aproveitando o gancho do Dia das Mães essa semana e de toda essa coisa de ser super mãe, super esposa, super funcionária e super filha, pedi um presente inusitado: ser “super eu” – rs. Por isso, avisei ao Lu que tiraria um day off no sábado para me presentear com a minha própria companhia.

Também mereço! ♥
Mas no mesmo dia no fim da tarde, voltaremos à programação normal.

Que os Anjos mantenham toda a família saudável para que meus planos se concretizem, amém! – rs

Meu beijo,
L.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.