“Stand by me”

Atibaia, 3 de janeiro de 2019.

Ouvindo “Stand By Me” – versão do casamento da Meghan e do Príncipe Harry, pra me lembrar das delícias de viver no matrimônio


Se eu fechar meus olhos agora, sou capaz de lembrar exatamente daquele dia 26 de Abril de 2017, quando de alguma estranha forma eu sabia que o momento que eu mais esperei estava para chegar. Era a oportunidade do Lu vir trabalhar no interior – não apenas em Atibaia, mas junto de mim!

Essa notícia foi demais para o meu coração. Uma chance única.

2017 foi o melhor ano da minha vida. Eu me sentia plena. Forte. Superwoman. Foi muito especial. Se eu pudesse definir em uma palavra, ela seria PLENITUDE.

2018 chegou e foi um ano muito, muito desafiador em diversos aspectos que só nós dois sabemos. Mas estávamos juntos!

E em nossa relação – desde o dia 01 – temos uma premissa única: cuidarmos de nossa felicidade como indivíduos em primeiro lugar, para que isso possa propagar.

Vivemos juntos 1 ano e 8 meses de rotinas compartilhadas, perrengues com os meninos, ajuda dividida, levar e buscar juntos na escola, todas as refeições juntos, brindes a cada bebida. Você levando o copo de água pra eu me hidratar. Ou separando a fruta pra gente não comer besteira à tarde.

Mas você tem sede de mundo! Sede de gente! De desafios!
Você cocriou… o Universo entendeu. Sempre te disse sobre a força das palavras e dos pensamentos. E assim, é chegada a hora de encerrar mais um ciclo de sua/nossa vida.

Escuto Stand By Me e as lágrimas rolam sem parar… é que no contexto deste casamento real, eu me lembrei do dia que você saiu com o Sérgio quando morávamos em SP e eu fiquei em casa dormindo, e quando acordei, tinha um bilhete com o nome da música e uma rosa me esperando ao acordar.

Eu me lembrei do que o “mestre dos magos” nos pediu para fazer no dia do nosso primeiro casamento – civil. “Olhem um para o outro e digam os motivos pelos quais decidiram se casar. Lembrem-se deles quando vierem as tempestades. Elas também passam se tiverem paciência e perseverança no amor”.

Lembrei também do nosso segundo casamento, quando tão lindamente Ângela falou sobre as quatro estações das relações.

Não vou mentir… só eu sei o que essa notícia representou.
Hoje, olhando com olhos mais racionais, consigo enxergar sua prova de amor. Querer o melhor para nós, para nossa família sempre foi o que mais prezou, mas meu egoísmo emocionalmente falou mais alto.

Falei palavras duras. Deixei sair o que viesse, sem qualquer filtro.
Mas já diria Tiago Iorc, “pra começar, cada coisa em seu lugar, e nada como um dia após o outro”.

Eu precisei deixar sofrer. Sentir o que chegasse: orgulho, raiva, alegria, tristeza, saudade. Tudo junto e misturado. Mas prometi a partir de hoje me lembrar da fé que sempre tivemos: em Deus e um no outro. Do quanto nos admiramos. Do quanto nos amamos.

Então, eu desejo que você encontre seu caminho, que brilhe!
Disposição e boas ideias não te faltam. Que os Anjos o abençoem e protejam nesta nova jornada. E que você seja feliz!

Obrigada por tudo. Sempre.
Foi inesquecível.

“Ainda falta tanta coisa…”

Te amo ow ow ow. Stand by me!

Sua Lillica.

2 comentários sobre ““Stand by me”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.