Feliz vida feliz, Mimi!

Ouvindo “Rouxinol” – Rael

Mimi,

escolhi a música do Rael para ilustrar seus 3 anos por 2 motivos:

  • Se você visse a carinha que faz quando a gente coloca essa música você ficaria se achando ainda mais lindo
  • Pra você nunca esquecer, o papai te apelidou de “Rouxinol” assim como seu irmão é “Pixoxó”, nossos 2 passarinhos amados. É assim que por muitas vezes te chamamos carinhosamente 🙂

Ô meu filho, enfim chegaram seus 3 anos.
Foi um ano intenso. Sua coordenação motora ficou ainda melhor; apesar de você ter aprendido a falar e andar muito rapidamente, você ainda tinha os trejeitos de meu neném.

Não mais.

Nos últimos dois meses pude ver que já não tenho mais meu neném em casa. Você segue com seu jeitinho único de ser. Tem uma personalidade nata! É uma doçura, de riso fácil e muitas declarações de amor para sua “mamãezinha”, seu “papaizinho” e seu “amigo” Beni. Sim, você chama seu irmão de amigo. É lindo.

Apesar de ter gente que diz que você é a cara do papai, eu consigo me enxergar muito através de você. A teimosia, a irritação quando está com fome e com sono, a paixão por andar descalço e estar em contato com a natureza, as vezes que me pede pra pegar o celular e tira foto do céu igual a mim.

Você ainda prefere ‘criar’ seus próprios brinquedos. O baú tá lá cheio de coisas e o máximo que você pega é o dinossauro pra fazer parte da sua floresta imaginária.

Potinhos, colheres, galhos, terra, grama, tudo isso ainda é seu material preferido para invenções: de poções mágicas, varinhas, espadas, bolo de chocolate, cavalinhos. Você ama correr. Ama jogar bola. Agora está craque na bicicleta sem pedal.

Você continua um carinha destemido e determinado. Super comunicativo e brincalhão. Que faz caras e boas apaixonantes mas que ainda pede colinho quando está com sono.

Entra ano e sai ano, você ainda adora limpar os ouvidinhos. Continua fechando os olhinhos e muitas vezes pega no sono enquanto dura este simples movimento.

Foi um ano maravilhoso de muitos encontros familiares, brincadeiras entre os primos, passeios na casa do vovô e da vovó, idas a SP para um piquenique ou para o jogo do Corinthians, idas à sorveteria quando a grana estava curta ou no lago para ver os patinhos.


Você agora entra em uma nova fase, meu amor. Só peço que siga cercado da presença de Deus, que seu Anjinho de Guarda te proteja, que eu e o papai consigamos educá-lo sempre baseado no amor e que a gente saiba passar juntos pelos momentos desafiadores da construção de sua maturidade emocional.

Você me transforma.
Feliz aniversário, meu Rouxinol.

Eu amo você, meu Amor. Do âmago.
Do umbigo,
Mamãe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.