Todas numa só | Tchau 2019, Oi 2020.

Atibaia, 30 de dezembro de 2019.

Ouvindo “É”, de Gonzaguinha.

Encontrar com minhas amigas é uma das coisas que mais ano fazer no mundo. Elas são poucas, mas são de uma qualidade tremenda… e hoje foi dia de encontrar uma delas, antes que ela voltasse para as terras portuguesas.

Encontrar a Li nesta despedida de 2019 foi muito especial.
Já começa com o abraço: recíproco, caloroso, cheio de energia.

Todas as minhas amigas mais próximas são assim como eu: abraçam de olhos fechados. Então a terapia já começa ali mesmo, naquele encontro de dois corações pulsantes.

Ela reparou meu cansaço, mesmo tentando esconder as olheiras com maquiagem. Ela leu meu sorriso, que estava meio travado e depois de 2 Malzbiers ficou solto. Ela reconheceu em meus olhos o entusiasmo de novos projetos. Ela ouviu atentamente as minhas histórias – e depois foi a minha vez. Brindamos o momento.

Naquele espaço de tempo onde tudo que importava era ter olhos e ouvidos atentos, vivemos a metáfora da vida: em 3 horas de encontro o tempo fechou, a chuva caiu, incomodou as pessoas que estavam lá fora. Meia hora depois, tudo cessou. O sol saiu. A temperatura ficou confortável. Experimentamos então, um período de equilíbrio. As pessoas novamente estavam bem do lado de fora.

Olhar para aquela cena materializou o que foi meu ano. Este período de tempos nublados, chuva e no fim, o conforto de estar na própria pele, vivendo os dias de luta e os dias de glória, evoluindo, aprendendo.

O sol brilhou e trouxe uma luz bonita. De repente, começou a tocar a música “Saber Amar”, do Paralamas do Sucesso.

– “Amo essa música!”
“Eu também!”

Curti a alegria de ouvir uma música que amo sem que eu mesma tenha colocado na playlist das preferidas, pensei no refrão dela e validei que realmente “saber amar é saber deixar alguém te amar.”

O papo fluiu deliciosamente bem. Contando sobre as minhas experiências de 2019, percebi em minha fala o quanto me sentia forte, capaz. Percebi o quanto este ano pude me reconectar com minhas tantas versões, todas tão importantes para mim e que me constituem como ser humano.

A fragilidade da versão filha. O equilíbrio da versão esposa. O acolhimento da versão amiga. A diversão da versão tia. A coragem da versão mãe. A loba da versão mulher. A potência da versão indivíduo. A força da versão profissional. A emoção da versão menina.

No fim do 1º semestre eu tinha como meta me reencontrar, me reconectar com minhas versões que estavam tão frustradas e sem personalidade. E eu consegui.

Que eu siga acessando esta força genuína que me abriga, e que me faz chegar ao outro a partir da energia do mais puro amor. Que eu me escute, me sinta, me ame. Que eu vibre, pulse, acolha, seja acolhida. Que eu me deslumbre, dance, viva. Que eu me experimente melhor a cada dia, com meus erros e acertos e dúvidas. Que eu me aceite assim como sou, imperfeita.

2019, leve meus padrões, medos, receios, preconceitos embora.
2020, eu sei que você virá para me surpreender positivamente.

Que seja leve, fluido, cheio de saúde para todos nós.
Que sigamos eternos aprendizes.
Que toda dor e todo peso se dissipe.
Que eu aprenda a me divertir mais. A rir mais.
Que eu não leve tudo tão a sério.
E que eu encontre 366 novos motivos para agradecer.

Para um ano de tanto significado íntimo, encontrei a música que me representa.
Valeu, Gonzaguinha.
Assim É.

Bom último dia de ano pra todos.
Que 2020 seja recheado por lembranças lindas.

É
A gente quer valer o nosso amor
A gente quer valer nosso suor
A gente quer valer o nosso humor
A gente quer do bom e do melhor
A gente quer carinho e atenção
A gente quer calor no coração
A gente quer suar, mas de prazer
A gente quer é ter muita saúde
A gente quer viver a liberdade
A gente quer viver felicidade


É.
Meu beijo,
L.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.