Publicado em Vida real

“If you just smile…”

Atibaia, 4 de julho de 2020

Ouvindo “Smile” – Johnny Stimson

Ontem foi um dia super desafiador pra mim. A semana toda vinha lutando contra meus sentimentos, burlando o que eu vinha sentindo, até que os músculos começaram a doer demais. A cabeça. Senti meu coração palpitar – e não de uma maneira positiva.

E aí, ontem foram muitos acontecimentos ao mesmo tempo. O nó na garganta se formou. A voz ficou trêmula. Eu perdi a paciência. Eu precisava de paz, mas não dava. Tinha a demanda das crianças, o curso que precisava terminar senão acabaria o prazo, a estratégia que eu não consegui cumprir porque dormi enquanto lia as anotações que tinha feito.

À noite, por não aguentar mais gritar, escrevi abertamente.

Hoje foi foda.

Tô rouca de tanto gritar.
Um grito de desespero que fica aqui entalado de vez em quando, porque minha liberdade foi perdida. Porque acordo e lembro que não tenho meu livre-arbítrio; não dá pra fazer planos, porque preciso acolher Miguel que anda com mais medo ultimamente ou Benicio que segue agressivo.

Foi foda porque ontem comecei a tomar Pharmaton com a ilusão de que conseguiria me concentrar mais, fazer mais. Fiz uma lista pequena e simples de ‘to dos’ pra me motivar mas nem isso consegui cumprir.

Várias ideias e necessidade de trabalhar toda minha capacidade intelectual, mas mais uma vez, as brigas, solicitações por ‘mamãe’ e choro incontrolável me tiraram a liberdade de fazer o que eu queria ter feito.

“Ah, mas você fez o que foi possível. Seus filhos tem saúde. Reclamar do que?”

Eu e essa mania de autocobrança.

Já faz um tempo evito responder como estou pra não reclamar demais. Tá foda pra mim e tá foda pra todo mundo. Mas é que hoje o peso pegou. O floral não fez efeito. A carga dos ombros não cessou, nem a dor de cabeça muscular.

Prometi pra mim mesma que especialmente nestes dias eu encontraria motivos para agradecer. Pois bem: recebi três mensagens carinhosas que chegaram no fundo do coração.

A gente não faz ideia do poder e da gentileza que as palavras podem alcançar.

Hoje foi foda.
Que bom que os dias fodas também acabam.

🦋

Às vezes, demonstrar fragilidade nos traz uma força incrível. Recebi muitas mensagens de amor, sororidade, carinho. Pessoas inesperadas, preocupadas e me trazendo palavras de apoio. Pensei o quanto é bom se sentir amparada, acolhida. Pensei que apesar de todo caos, o mundo ainda é bom.

A gente vai se aproximando de quem tem a nossa energia, de quem passa pelos meus desafios que a gente. A gente passa a ter mais empatia pela dor do outro. E como foi gostoso tudo isso.

Uma mensagem em especial veio da Ka, mãe do Bernardo. Ele entrou na sala do Beni este ano e foi uma grata surpresa.

Pra renovar minhas energias, pela manhã ela me enviou essa música: “Smile”. Me falou sobre a letra, que era linda. Fui conferir. E não é que é maravilhosa mesmo?
Está no repeat faz quase 30 minutos. A vibração dela acalmou minha alma.

Obrigada, Ka.
Nunca vou esquecer do seu gesto.

When my heads is full of questions
And the sky is full of rain
When I’m worrying about what I can’t change
I take a look in my reflection
And try to make a funny face
And for a second all my sorrows melt away
‘Cause if we just smile
We can forget all of our troubles for a while
We can just live inside this moment
You and I get through the darkness
Knowing we’ll find the light
If we just smile
If we just, if we just
If we just smile
Yeah, if we just smile
Maybe we focus on the future
No use in living in the past
Try to remmember that the bad times never last
And if we take one step
One step at a time
We’re gonna make it
Gonna make it alright
If we stick together we’ll be fine
‘Cause if we just smile
We can forget all of our troubles for a while
We can just live inside this moment
You and I get through the darkness
Knowing we’ll find the light
If we just smile
If we just, if we just
If we just smile when the sky is falling
Smile, when the love comes calling
We can take tomorrow on with style
If we just smile
We can forget all of our troubles for a while
Yeah, we can just live inside this moment
You and I get through the darkness
Knowing we’ll find the light
If we just smile
If we just, if we just
If we just smile
Yeah, if we just smile
If we just smile
Yeah, if we just smile
If we just smile

Autor:

Uma alma pulsante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.