Tradições natalinas

Atibaia, 24 de dezembro de 2021

Ouvindo “Maestro”, de Hans Zimmer

Já faz alguns anos que sigo as mesmas tradições natalinas. O dia 24 pra mim é um dia de diálogo interno, introspecção, listo mentalmente todos os motivos pelos quais sou grata e intenciono que o que ainda não está bem resolvido no meu coração que tenha dissolução.

As manhãs normalmente são voltadas para ajeitar a casa, fazer aquela limpeza emocional, pedir proteção…

Arrumo a mesa bem bonita para o almoço. E a tarde, a tradição é sempre a mesma: assistir ao filme “O Amor não Tira Férias”

Meu filme favorito da vida, traz a complexidade do amor, fala sobre as coisas inesperadas da vida, sobre o quanto se abrir para o novo e aceitar o fluxo pode ser tão positivo, além do fato de nos mostrar que ter amigos ao nosso lado incentivando e nos lembrando de nossas virtudes é tão importante para não perdermos a fé em nós mesmos.

Incansável.

E é este estado renovado de alma que eu desejo: a fé acima de tudo, a aceitação no fluxo da vida, a alegria nas pequenas coisas.

Que seja um momento abençoado para todos nós.

Meu beijo, L.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: